Pegue uma xícara, sirva-se e fique à vontade.

02 dezembro 2009

Poesia muda

Quisera ser poeta,
Encontrar a palavra certa
A imagem perfeita
Para o silêncio seu.

Me conta,
O que aconteceu.
O sonho,
A lembrança,
O desejo.
O que se perdeu?

Quisera ser poeta
Para em versos
Transformar o silêncio seu
E trazer seus sonhos
Para perto dos meus.

Me conta,
O que aconteceu.

Quisera ser poeta
Prisioneiro seu
Fazer seu silêncio
Companheiro meu.
Quem dera.

Me conta,
O que aconteceu.
As palavras se perderam
Em negativos,
As lembranças
Em fotografias
Ou apenas na rotina,
No dia-a-dia?

Me conta,
O que aconteceu.

Quisera ser poeta,
Devolver os sonhos seus
Nesses versos meus.

Me conta,
O que aconteceu?

Silêncio!

Postado por:Wacinom
Hora: silenciosa
Data real: dia surdo

23 comentários:

Ítalo do Valle disse...

Fico muito feliz pq quem escreve uma coisas dessas, ainda lê as minhas tbm!! Não sei o que é melhor, receber um visita sua ou fazer uma visita!!

bjo bem grande!

Sonia Schmorantz disse...

Este poema é encantador, muito bonito!
um abraço

direitinho disse...

Quando a poesia mora no interior do poeta poderão acontecer estes momentos de silêncio encantador.
Transformar a lembrança e o desejo na imagem perfeita de silêncio com paixão.

Carol Flor disse...

Que grata visita...
Adorei vim tomar um chá aqui... e deixo um flor e um beijo.... :)

EFS*** disse...

Como sempre lindo... com toda as dicas de um amor desesperado e dos gritos mais interiores de um coração inquieto.

Beijos

Maria disse...

Boa tarde...,
vim pela sua mão,obrigado pelo covinte.
Estou feliz estar em estar aqui!
Amei seu poema...

:))DOCE CARINHO

PS:-Voltarei sempre que poder.

Maria João disse...

Quisera ser poeta,
E dizer a palavra certa,
Assim...
Como a sua!

Um beijinho muito grande

Kiara Guedes disse...

Rimar qualquer coisa com Vida...
Atualizada de vc, então. Bj

romério rômulo disse...

passo e deixo um abraço.
romério

Nathi disse...

Olá, amei sua visita e mais ainda por vir conferir aqui e encontrar um cantinho tão aconchegante!!!

O seu poema foi como o clima que o Bandeira cria em mim, assim com aquela humildade e aquela maestria contagiante!

Beijo e volte mais vezes!

Andréia M. G. disse...

Que paradoxo vc construiu: uma poesia muda que tem muito a dizer. :-)

Maria Ribeiro disse...

A poesia muda é a que melhor fala... Por isso , ela/ele, não conta o que aconteceu...
LINDO!
BEIJO DE LUSIBERO

Dri Viaro disse...

Hoje é sexta, então sorria!!
E tenha um fds abençoado
bjsss

já estou te seguindo

O Profeta disse...

À volta desta fogueira
Aquecem os corações, almas penadas
À volta desta fogueira ninguém foje
Todos contam lendas de pessoas encantadas

Todos rezam, todos pedem
Que desça o céu à terra
Todos falam de um anjo
Que travou uma santa guerra

Manto de água, mundo verde
Manhãs de sol posto no céu
Às vezes a luz perde-se na noite
À vezes um coração veste um negro véu

Diva Lali disse...

Olá, Wacinon!
Passando pra buscar fogo e inspiração. Como estou sempre acompanhando tuas viagens, tem um selo especial a tua espera lá no Salto15. Será um prazer recebê-la.

Bjão e abraço na alma.

Diva Lali disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
DaniNeves disse...

Monicat´s! Tem selo pra vc no meu blog! Pega lá!
Beijão

Vivi disse...

Oi, Wacinom!
Bem-vindo ao Desafio Literário! Legal a sua ideia de tornar a gincana mais interativa. Bom, sinta-se a vontade para colocar em prática a ideia.

Beijocas

Whispers disse...

Quisera também ser poeta
É brincar com as palavras tuas
Te desenhar uma imagem
E te escrever palavras de amor

Em silêncio te vou contar
Todos os sonhos, que ainda tenho para sonhar
E aqueles que eu vou inventar
Só pra te sentir a me escutar

Queria ser poetisa
Mas nem versos eu sei fazer
Então eu vou ficar em meu silêncio
Pra teus versos eu poder ler
Mil beijos
Rachel

Diva Lali disse...

Oie, olha eu de novo! rs
Bom, o lance do selo é uma forma de presentear, interagir e ampliar os nossos contatos. Assim, vamos passando o selo da amizade e alcançando outro blogueiros. Dá uma olhada no post q tá tudo explicadinho.
http://salto15vermelho.blogspot.com/2009/12/mais-um-presente.html

Bjão e fica bem!

grispino disse...

Poesia Linda! Parabéns! Visite o meu blog também! Já estamos te seguindo! Abraços.

redoma-de-cristal disse...

Realmente é uma poesia bonita.
Não há nada mais expressivo que o silêncio.

deniseayres disse...

lindo!!!


de uma sensibilidade impar!

;**

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails